Mindfulness x Ansiedade

Mindfulness x Ansiedade

25/01/2017 • Ciência, Destaque

Mais um estudo científico fornece evidências de que a meditação mindfulness efetivamente combate a ansiedade. Pesquisadores do Departamento de Psiquiatria do Centro Médico da Universidade de Georgetown, nos Estados Unidos, trabalharam com pacientes diagnosticados com transtorno de ansiedade. Metade do grupo realizou curso de meditação de atenção plena por 8 semanas, enquanto a outra metade participou de aulas de gerenciamento de estresse pelo mesmo tempo.

Ao longo da investigação, os pesquisadores monitoraram marcadores que mostram os níveis de estresse no sangue. Os participantes das aulas de mindfulness experimentaram respostas de estresse reduzidas quando comparados ao outro grupo. Os resultados do ensaio foram publicados no periódico Psychiatry Research.

Os transtornos de ansiedade constituem a doença mental mais diagnosticada nos EUA, afetando 40 milhões de adultos. No Brasil, o índice é ainda maior: 23%. A região metropolitana de São Paulo, isoladamente, alcança 29,6%.

Uma pessoa que sofre de ansiedade pode experimentar dificuldades significativas para trabalhar, estabelecer relações sociais e manter relacionamentos. A condição pode vir com sintomas que se assemelham a distúrbios de saúde, como sudorese, agitação, aumento da frequência cardíaca, problemas intestinais e hiperventilação. A probabilidade de morte por problemas cardíacos chega a ser quatro vezes maior em uma pessoa ansiosa.

O Que É Mindfulness

Segundo o Instituto Mindfulness de Brasília, trata-se de um método para o desenvolvimento de capacidades mentais e emocionais para uma vida saudável. Permite redução do estresse e da ansiedade e o desenvolvimento de uma atenção plena com foco no presente. Oferece ganhos em condições psicológicas e físicas, além de efeitos positivos mensuráveis sobre o cérebro. Foi desenvolvido a partir de práticas cultivadas por tradições milenares de todo o mundo.

Tags: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *