Sobre a Felicidade

08/06/2017 • Carla Sugere, Destaque

Texto do escritor uruguaio Eduardo Galeano.

Nós nos convencemos de que a vida será melhor depois de casados, depois de ter um filho e, em seguida, depois de ter outro. Então, estamos frustrados porque as crianças não são grandes o suficiente e vamos ser mais felizes quando forem. Depois, nos frustramos porque temos adolescentes e são difíceis de tratar. Nós, certamente, seremos mais felizes quando deixarem essa fase. Dizemos a nós mesmos que nossa vida será completa quando tivermos um carro melhor ou uma casa melhor, quando pudermos sair de férias, quando nos aposentarmos.

A verdade é que o melhor momento para ser feliz é agora. Se não agora, quando? A vida é sempre tão cheia de desafios. É melhor admitir e decidir ser feliz de qualquer maneira. Uma das minhas frases preferidas: “Por longo tempo, parecia que a vida estava prestes a começar. A vida realmente. Mas, sempre havia um obstáculo no caminho, algo para resolver, alguns negócios inacabados, uma dívida a pagar. Só, então, a vida começaria. Até que percebi que esses obstáculos eram a vida”. Essa perspectiva tem me ajudado a ver que não há um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.

Assim, valorize cada momento e valorize ainda mais se você pode dividi-lo com alguém especial, especial o suficiente para compartilhar seu tempo. E lembra que o tempo não espera por ninguém…Então, pare de esperar até você perder cinco quilos, até que se case, até que se divorcie, até sexta-feira à noite, até domingo de manhã, até a primavera, o verão, o outono ou o inverno, ou até que você morra para decidir qual o melhor momento para ser feliz…A felicidade é uma jornada, não um destino.

Tags: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *